Carregando...
Blog

A história da Sony: uma gigante da tecnologia

Você conhece a história da Sony: uma gigante da tecnologia? Se você está pesquisando sobre a história Sony, considerada uma gigante no ramo da tecnologia, saiba que chegou ao lugar certo!

Relacionamos uma explicação do TudoCelular para você conhecer toda a história da Sony.

Nesse conteúdo você poderá entender a trajetória dessa empresa de grande sucesso no ramo da tecnologia.

Poderá aprender lições e extrair muita informação de qualidade capaz de inspirar você em seu projeto e na sua história.

E quem sabe algum dia estaremos aqui contando a sua história? Conheça abaixo a história da Sony: Uma gigante da tecnologia.

Nós, do escritório Francel Menezes contabilidade, prestamos assessoria tributária e empresarial para empreendedores digitais, que consideramos como aqueles que não só trabalham pela internet, mas aqueles que criam e desenvolvem projetos e ideias digitais.

Adoramos conhecer projetos, ideias e pesquisamos muito sobre essas histórias de sucesso, por isso tivemos a intenção de criar este artigo, como inspiração para todos.

Introdução

A Sony é uma das marcas mais conhecidas do mundo, seja por seus smartphones, televisores, notebooks ou vídeo-games.

A companhia, entretanto, não se baseia apenas em produtos eletrônicos, sendo o quinto maior conglomerado de mídia do mundo e possuindo vertentes em diversos setores.

Muitas pessoas, entretanto, não sabem sobre a origem desta gigante japonesa, e acreditam que a companhia se resume à apenas fabricação do Playstation ou de sua linha de smartphones.

Por isso, resolvemos contar a história da Sony, e falaremos aqui um pouco sobre atrajetória da empresa ao longo dos anos.

O início da Sony

A Sony, como conhecemos, foi fundada como resultado da amizade entre Masaru Ibuka e Akio Morita, com o nome inicial de Tokyo Tsushin Kogyo K.K..

A empresa nasceu na capital japonesa, em 7 de maio de 1946, com um investimento inicial equivalente a 190.000 ienes, algo em torno de US$ 1.793, e contava com apenas 20 funcionários.

Vale notar que o local onde foi iniciada a companhia era um dos armazéns bombardeados da cidade, onde os funcionários eram responsáveis por reparar componentes elétricos, ao mesmo tempo em que tentavam produzir os seus próprios produtos.

A nova empresa não tinha qualquer maquinário e possuía muito pouco equipamento científico, contando apenas com a inteligência e o vasto conhecimento de engenharia dos fundadores.

A primeira aposta foi o lançamento de um inovador leitor de fita magnética, concebido para o então mercado emergente do ensino da língua inglesa, que teve uma enorme aceitação junto às escolas e universidades locais.

Contudo, o mercado ainda estava abalado por causa da Segunda Guerra Mundial e seus efeitos, por isso a maioria dos consumidores não dispunha de meios financeiros para comprar equipamentos de eletrônica sofisticada.

Em 1950, a empresa lançou o “Soni-Tape”, primeiro cassete de gravação. Este evento foi rapidamente seguido pelo lançamento do primeiro gravador de cassetes magnético do Japão, batizado de G-Type, e que pesava incríveis 35 quilos.

Após saber que a Bell Labs tinha inventado o transistor, Morita licenciou a tecnologia para fabricar novos eletrônicos baseados nela.

Em agosto de 1955 eles lançaram o primeiro rádio com transistores do Japão, o Sony TR-55.

A companhia então passou a se chamar SONY quando o produto começou a ser vendido nos EUA, o nome americano foi adotado para que o produto pudesse agradar aos consumidores estadunidenses, já que os produtos japoneses sofriam um grande preconceito naquela época.

Uma curiosidade, a combinação de duas palavras deu origem ao nome da marca SONY. Uma é a palavra latina “sonus” que é a raiz de palavras como som e sônico.

A outra é “sonny boy”, uma expressão popular utilizada na época, no Japão, e que significava uma pessoa jovem com um espírito livre e pioneiro.

As palavras foram utilizadas para mostrar que a SONY era um grupo composto de pessoas jovens com energia e apaixonadas pela criação ilimitada.

A Sony começou então a miniaturizar esses rádios, tornando-os assim portáteis o suficiente para serem utilizados no dia a dia. Em 1979, então, a companhia lançou o Walkman, aparelho que tocava fitas em K7 e tinha rádio AM/FM.

O Walkman teve imenso sucesso e popularidade, sendo um fenômeno de consumo nos Estados Unidos.

Acontece, porém, que os produtos começaram a apresentar grandes problemas após algum tempo, gerando um alto índice de devoluções e instaurando uma crise na companhia.

Após alguma pesquisa, foi descoberto que os problemas eram causados pelo meio de transporte utilizado para distribuir os rádios, pois os navios possuíam um alto índice de umidade, danificando assim os aparelhos.

Ao começar a enviar os seus produtos através de aviões, a companhia conseguiu solucionar o problema, voltando assim aos trilhos.

Invenções

Além do sucesso do Walkman, poucas empresas igualaram o percurso da SONY no campo da invenção e da inovação, pois a empresa foi responsável pela criação de diversos produtos, como:

  • 1960: lançamento da primeira televisão transistorizada do mundo.
  • 1962: primeira televisão miniatura.
  • 1964: primeiro vídeo-gravador doméstico do mundo.
  • 1967: primeiro equipamento portátil de Vídeo Tape.
  • 1968: primeiro rádio-relógio digital.
  • 1971: primeiro vídeo-gravador a cores.
  • 1975: gravadores Betamax.
  • 1981: câmera eletrônica.
  • 1982: primeiro leitor de CD do mundo, desenvolvido em parceria com a Philips.
  • 1983: primeira câmera de vídeo.
  • 1984: primeiro CD player portátil.
  • 1985: primeiro VTR Digital
  • 1989: micro-disquetes de 3.5 polegadas.
  • 1997: primeiro disco CD-RW, conhecido como CD regravável.
  • 1998: Memory Stick, cartão de memória flash.
  • 2006: Blu-ray Disc, a nova geração do DVD concorrente do HD DVD, liderada pela Sony, Panasonic, Pioneer e Philips, com o apoio da Apple Inc., Dell, Hitachi, LG, Sharp e Thomson. Conta também com alianças de exclusividade dos grandes estúdios de cinema, Sony Pictures e MGM (São da Sony),Warner Bros., Disney, 20th Century Fox, New Line Cinema e Lionsgate.

Ramificação da SONY

Como dito no início do texto, a SONY não construiu seu império apenas no ramo de eletrônicos em si, sendo responsável também pela produção em diversas outras vertentes, como música, filmes, animações e até mesmo canais de televisão.

Abaixo pode ser visto uma lista com as principais marcas que fazem parte deste gigante conglomerado:

  • Aiwa
  • Animax
  • BRAVIA
  • Cybershot
  • Columbia Tri-Star Pictures
  • Walkman
  • Discman
  • Genezi
  • Handycam
  • Sony Computer Entertainment (PlayStation)
  • Sony Creative Software
  • Sony BMG
  • Sony Music
  • Sony Pictures Animation
  • Sony Entertainment Television
  • Sony Electronics
  • Sony Mobile Communications
  • Sony Spin
  • AXN
  • MGM
  • Sony Alpha
  • WEGA
  • Exmor
  • Vaio (Vendido para JIP)
  • Xplod
  • Xperia (antiga Sony Ericsson)
  • Olympus


A “nova” SONY

Em 1994, a SONY anunciou o tão aclamado Playstation, seu primeiro vídeo-game.

O produto foi um sucesso absoluto de vendas, mesmo competindo com nomes marcantes como Nintendo 64, Sega Saturn e o Dreamcast, o que iniciou um novo setor na companhia, que viria a se tornar uma de suas maiores fontes de renda.
No início dos anos 2000, a empresa japonesa se uniu a sueca Ericsson para formar uma joint-venture para a produção de telefones celulares, denominada SONY-ERICSSON.

A motivação para esta fusão foi combinar a excelência da SONY no mercado de bens de consumo eletrônicos com a liderança tecnológica da Ericsson no setor de telecomunicações.

Esta parceria gerou diversos celulares e, algum tempo depois, smartphones.

Porém, após uma década da bem-sucedida parceria, no início de 2012 a joint-venture foi desfeita e a SONY comprou por US$ 1.47 bilhões a parte da empresa sueca no negócio, criando assim a SONY MOBILE COMMUNICATIONS, responsável pelo desenvolvimento e lançamento da linha de smartphones Xperia.

Com isso, a empresa japonesa ganhou liberdade total para remodelar interfaces e revisar as estratégias para a comercialização de seus produtos, podendo assim acelerar a criação de smartphones que se conectem a tablets, televisores e outros aparelhos SONY.

Mais recentemente, em 2014, para minimizar os enormes prejuízos financeiros e atendendo à exigência dos acionistas, a SONY demitiu 5.000 pessoas, cortou custos, fechou fábricas e negociou a unidade que fabrica a linha VAIO de computadores pessoais com o fundo de investimento Japan Industrial Partners.

A empresa japonesa entrou no mercado de PCs em 1996 e, desde então, vendeu nove milhões unidades de computadores em seus melhores anos. Contudo, as vendas caíram muito em 2013 e colocaram a SONY em nono lugar entre os maiores fabricantes de computadores do mundo, com participação de mercado de míseros 1.9%. Além da venda, a gigante japonesa também terceirizou a sua linha de TVs BRAVIA, para focar suas energias e investimentos nas áreas de mobile e game.

Atualmente, a empresa ainda amarga grandes prejuízos no seu setor mobile, porém os recentes lançamentos são vistos como uma luz no fim do túnel, para que a companhia possa se reestruturar e voltar a crescer no mercado.

Como podemos ver, a SONY é responsável por muitas das tecnologias que hoje utilizamos em nosso dia a dia, porém a empresa está cada vez mais perdendo espaço, principalmente para as gigantes sul coreanas LG e Samsung, por não conseguir acompanhar o baixo preço imposto por estas companhias.

Dessa forma, finalizamos o nosso post, e agradecemos por ler até aqui!

O que você achou deste nosso conteúdo? 

Deixe um comentário no final deste nosso post, com a sua opinião. 

Conseguiu entender melhor o assunto? 

Caso tenha restado alguma dúvida, fique a vontade para entrar em contato. 

Você conhece alguém que precisa conhecer este nosso conteúdo? 

Então compartilhe com esta pessoa. 

Sabe qual é o nosso maior desejo? 

É que você cresça organizadamente. Não cresça acumulando riscos. 

_______________________________________________________________________________________ 

Caso tenham interesse em se informar um pouco mais, convido a todos vocês para tomar conhecimento das nossas outras publicações relacionadas à história de outros aplicativos ou redes sociais, que destaco abaixo. 

Escrevemos pensando em vocês. 

A surpreendente história da Amazon que você precisa conhecer 

Netflix: Tudo sobre a história da empresa que revolucionou o mercado do entretenimento

Conheça a impressionante história do Facebook

Instagram: Conheça a história dessa rede social fantástica

Orkut: A história de uma rede social que já fez muito sucesso

Yahoo: Os altos e baixos do site de busca que já foi um dos mais famosos do mundo

Whatsapp: A história do aplicativo que está entre os mais famosos do mundo

Twitter: Histórias e curiosidades sobre essa rede social conhecida pelo mundo todo

Telegram: A história da rede social que vem crescendo mais a cada dia

Uber: Saiba tudo da história de como surgiu o aplicativo

_____________________________________________________________________________________________________ 

Conte com nosso trabalho. Estamos à disposição para ajudá-los.

Escritório Francel Menezes Contabilidade.

E-mail: escritoriofmc@francelmenezes.com

Instagram: @francelm_contabilidade

Canal no YouTube

Site: http://www.menezescontabilidade.com.br 
 

Facebook: https://m.facebook.com/Francel.Menezes.Contabilidade/

Telefone (21) 2671 – 9155

Compartilhar Postagem

Acessar Escrito por

Escritório Francel Menezes Contabilidade

Conte com nosso trabalho. Estamos à disposição para ajudá-los.Escritório Francel Menezes ContabilidadeSolicite nosso whatsapp por email. Atendemos a todo o Brasil.Telefone (21) 2671-9155

Comentários